MENU

Barbie chega aos cinemas em julho; confira curiosidades e polêmicas sobre o filme 

Com a data de estreia prevista para o dia 20 de julho deste ano, o live-action da Barbie já deu o que falar. Confira
O filme já alcança a marca de maior bilheteria em 2023. Crédito: Reprodução/Warner Bros

As telinhas do cinema estão prestes a ficar cor de rosa. Um dos filmes mais aguardados do ano, o live-action “Barbie”, chega aos cinemas brasileiros no dia 20 de julho de 2023.

Com a direção de Greta Gerwig, a produção conta com orçamento de US$100 milhões e um elenco de peso, trazendo nomes conhecidos de Hollywood como os atores Margot Robbie e Ryan Gosling nos personagens de Barbie e Ken.

Barbie: estreia e curiosidades das gravações

Nesta versão Live-Action da Barbie, o público vai encontrar uma história bem diferente para a personagem que marcou uma geração de fãs da cultura pop. 

O enredo traz o dia a dia em Barbieland, onde todas as versões da boneca vivem em harmonia e suas únicas preocupações são encontrar as melhores roupas para passear com as amigas e aproveitar festas. 

Porém, uma delas começa  a perceber que, talvez, sua vida não seja tão perfeita assim e acaba por questionar o sentido da própria existência o que a faz ser expulsa de Barbieland e viver no mundo real. 

Pensando nesse enredo, a UrbNews separou 6 curiosidades acerca do filme mais cor de rosa do ano. Confira:

  1.  Outras atrizes quase foram a Barbie antes de Margot Robbie

Com o projeto do filme circulando por Hollywood desde 2009, diversas atrizes foram cotadas para o papel da boneca. A primeira delas foi a comediante Amy Schumer (Descompensada), em 2016. Em seguida, houveram rumores de que Anne Hathaway (O Diabo veste Prada) faria o papel.

  1. Fonte usada na logo do filme

A fonte usada é a mesma daquelas vistas em bonecas Barbie, produtos e mercadorias, entre 1975 e 1991. Como em cada geração das bonecas há uma reformulação, esse detalhe, antes tirado de linha, foi resgatado para o filme. 

  1. Estreia de Dua Lipa nos cinemas

A cantora Dua Lipa fará sua estreia nas telonas, interpretando uma das versões da boneca. Dua será uma Barbie sereia.

  1.  A escassez da tinta rosa em todo o mundo

Já é sabido que a maior parte dos cenários do filme é rosa, com isso, a diretora Greta Gerwig, juntamente com a designer de produção Sarah Greenwood, revelaram que a produção do filme gerou escassez temporária de tinta rosa a nível global.

  1. A volta do Barbiecore

A cultura da Barbiecore, basicamente, é a tendência que se inspira no estilo característico da boneca da Mattel.

O retorno dessa cultura, segundo dados do Pinterest, tem marcado um aumento em maio deste ano, nas buscas globais por “barbiecore” e “moodboard barbie” em 980% e 1.290%, respectivamente, em comparação com o mesmo período do ano passado.

  1. Disputa de gigantes 

Com a estreia de grandes nomes nas telinhas como o novo “Missão: Impossível”, “Indiana Jones 5” e “Oppenheimer”, Tom Cruise twittou brincando: “Este verão está cheio de filmes incríveis para ver nos cinemas. Parabéns, Harrison Ford, pelos 40 anos de Indy e um dos personagens mais icônicos da história. Eu amo uma dose dupla, e não fica mais explosivo (ou mais rosa) do que um com ‘Oppenheimer’ e ‘Barbie’.”. Margot Robbie entrou na brincadeira e escreveu: “Missão aceita” e apareceu em fotos, ao lado de Greta, junto aos pôsteres dos filmes citados. 

Barbie: entenda polêmicas e banimentos do filme em alguns países

Apesar de ser muito aguardado na maior parte dos cinemas do mundo, alguns países não irão permitir que o filme sequer entre em cartaz. O Vietnã está na lista de nações que já proibiram o lançamento do longa por lá, e as Filipinas podem seguir o mesmo exemplo de vizinho.

De acordo com o Deadline, as autoridades do Vietnã já emitiram comunicado informando que Barbie não será exibido no circuito comercial de cinemas do país. O motivo é uma cena em que um mapa da Ásia é exibido e, nele, aparece a controversa “linha das nove raias”.

A “linha das nove raias” é um termo que se refere a uma demarcação territorial no Mar da China Meridional imposta pelo governo chinês no século XX, na qual grande parte da região pertence à China. Porém, em 2016, O Vietnã, Filipinas, Taiwan, Malásia e Brunei contestaram a demarcação e obtiveram vitória no Tribunal de Haia, que determinou que a China não tem demarcações legais. 

Para os países asiáticos, a existência da suposta cena viola a soberania deles como nação. Já a Warner Bros, produtora do filme, defende e nega qualquer implicação política intencional da linha e que ela é apenas um dos muitos símbolos usados em um mapa para transmitir as viagens de Barbie ao redor do mundo. 

50
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

foto site berg (22)
'Renascer' bate recorde na Globo e vira a novela das nove de maior sucesso comercial da história
foto site (23)
Filho de Zé Vaqueiro retorna à UTI um dia após primeira alta desde o nascimento
Design sem nome (21)_Easy-Resize.com
Música pro fim de semana: Billie Eilish lança ‘Hit Me Hard And Soft’, seu terceiro álbum
foto site (21)
Com 'Limite Zero' e 'Baile de Preto', veja programação do fim de semana em Fortaleza
logo-urbnews-redondo