MENU

Que tal turistar em Fortaleza? Sugerimos um passeio pela Pinacoteca do Ceará

Em dimensões, a Pinacoteca do Ceará se compara aos grandes museus brasileiros e até aos do exterior, com seus 9.275 metros quadrados de área total. Desde a sua inauguração, em dezembro do ano passado, tem atraído turistas e moradores. Fomos ver de perto esse gigante no Centro de Fortaleza
Exposições no Ceará
A mostra “Bonito pra Chover”, que está em exposição na Pinacoteca, conta com 982 obras ao todo, sendo 759 obras do acervo da Pinacoteca do Ceará e 223 de outras coleções. (CRÉDITO: URBNEWS)

A contadora Amanda Gomes estava fascinada com a beleza do local: valeu-se das férias para conhecer a Pinacoteca do Ceará, localizada na Praça da Estação, no Centro da capital. “Sempre que a gente está de férias, viajamos para lugares de fora e acabamos conhecendo os museus, e na nossa própria terra a gente não conhece, então aproveitei as férias e quis conhecer a nossa Fortaleza ainda mais”, explica. Antes de vir presencialmente, Amanda foi atraída através da página da Pinacoteca no Instagram e percebeu que “é um local muito bonito”, e não veio sozinha, convidou toda a família para prestigiar o momento. A nossa reportagem também foi ver de perto esse grande museu. 

A visita de Amanda se soma à contagem oficial de 84.217 mil pessoas do Brasil e do exterior que já passaram pelo local desde a sua inauguração, em dezembro de 2022 até meados de julho deste ano. Dispondo de 9.275 metros quadrados de área total, a Pinacoteca do Ceará se compara aos grandes museus brasileiros, como a Pinacoteca de São Paulo (7.462 m²) e ao Museu de Arte de São Paulo (Masp) (10.485 m²). O prédio é composto por grandes áreas expositivas para mostras de longa e curta duração. As milhares de visitas contemplaram a mostra “Bonito pra Chover” que está em exposição na Pinacoteca e conta com 982 obras ao todo, sendo 759 obras do acervo da Pinacoteca do Ceará e 223 de outras coleções. 

A coordenadora de Arte e Educação da Pinacoteca, Cris Soares, defende a importância do local, como forma de preservação da cultura cearense. “É muito importante que a gente tenha um local de salvaguarda de acervo e de difusão desse acervo, priorizando artistas cearenses de diversas gerações, que conversam entre si a partir de diversas técnicas e linguagens”. Para as exposições, Cris conta que a equipe de Arte e Educação pensa em processos de difusão e de conversas com os mais diversos públicos, tornando o espaço o mais acessível possível. “Pessoas com deficiência, crianças, idosos, público escolar, então, a cada nova exposição a gente repensa esses temas para poder conversar com esses públicos”.

A visitante Amanda diz ter gostado “muito” da Pinacoteca, e duas das três exposições lhe chamaram mais atenção. “O que mais me chamou atenção foram principalmente os espaços do Antonio Bandeira e do Aldemir Martins, são espaços muito bons, com obras muito belas e que você vê que relembra toda uma história de vida desses artistas”. 

Assista à matéria completa no YouTube:

Bonito pra Chover 

A mostra “Bonito pra Chover” é composta de três exposições: “Se Arar”, que lança um olhar sobre a história da arte no Ceará, a partir de obras que integram o acervo do Governo do Estado, “No Lápis da Vida não tem Borracha”, que aborda o centenário de nascimento do artista cearense Aldemir Martins e “Amar Se Aprende Amando”, sobre o centenário de nascimento do cearense Antonio Bandeira.

Em “Se Arar”, o acervo propõe uma criação de diálogos com gerações diferentes, de modo a revelar uma herança estética e uma repetição de diferentes discursos e visibilidades. Aqui é onde encontramos obras de diversos artistas cearenses clássicos e contemporâneos, entre eles: Heloysa Juaçaba, Nice Firmeza, Chico da Silva, Sérvulo Esmeraldo. 

Já em “Amar Se Aprende Amando”, de Antonio Bandeira, busca-se em um primeiro momento transmitir uma perspectiva mais íntima do autor, com pinturas de autorretratos, além de rabiscos evidenciando seu processo criativo. Desperta atenção a arquitetura do espaço, existem curvas no teto, em diálogo com uma obra específica de Bandeira. 

A transição chega até “No Lápis da Vida Não Tem Borracha”, de Aldemir Martins, grande amigo de Antonio Bandeira. Existe uma certa criatividade, já que há uma espécie de túnel com autorretratos e uma fotografia de ambos. Aqui, ganham as telas paixões do artista, seja pelo futebol, com pinturas do Pelé, esculturas de galos. 

Visitas guiadas

Além das obras em exposições, a Pinacoteca também realiza uma série de ações com o público presente, entre visitas mediadas, palestras, ações formativas para o público infantil, performances, etc. 

Um exemplo de visita guiada é o Percursos Entrelaçados, que acontece às quintas e sábados, a partir das 16h. As vagas são limitadas, mediante ordem de chegada. Para participar, basta inserir o nome na lista presente na recepção da Pinacoteca. Há ainda a possibilidade de agendamentos em grupos para ver as exposições em cartaz, através deste formulário

Sobre a Pinacoteca

Inaugurada pelo Governo do Estado, a Pinacoteca do Ceará é um museu público brasileiro e foi mais um equipamento cultural que chegou para se aliar às já existentes: Estação das Artes, ao Mercado AlimentaCE, ao Kuya – Centro de Design do Ceará e ao Museu Ferroviário João Felipe para dar vida ao Complexo Cultural Estação das Artes. Fica aqui o convite para ver de perto!

Serviço

Pinacoteca do Ceará

Rua 24 de maio, S/N, Praça da Estação, Centro. Funcionamento: de quinta a sábado, das 12h às 20h; aos domingos, de 10h às 18h. Entrada gratuita. Mais informações pelos canais do equipamento, no instagram, e site.

133
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

Design sem nome (5)
Justiça concede divórcio, e Ana Hickmann está oficialmente separada de Alexandre Corrêa
3e020f60-d4cd-40e1-9939-0c057b8aad29
A UrbNews está de casa nova em Fortaleza; confira a novidade pelos bastidores do UrbCast
Design sem nome (3)
Turnê "Sorte" de Thiaguinho em Fortaleza tem últimos ingressos à venda
foto site (38)
Whindersson Nunes se apresenta em Fortaleza neste sábado, confira quem são os convidados
logo-urbnews-redondo