MENU

Quedas em idosos: entenda riscos, prevenção e quando é necessário ir a uma emergência

Cuidados simples no cotidiano podem ajudar a prevenir acidentes, inclusive em casa. Saiba quais são.
É preciso ter atenção principalmente em casos de fraturas para evitar maiores complicações e averiguar a necessidade de procedimento cirúrgico. (Fotos: NUCOM/ISGH)

Quedas podem acontecer em qualquer idade, mas os idosos podem ser especialmente mais prejudicados até com pequenos acidentes. Algumas doenças que causam a redução da mobilidade ou do campo visual, por exemplo, fazem de atividades simples como tomar banho ou fazer compras um potencial risco à saúde. Diante disso, adotar os cuidados necessários é fundamental para diminuir sequelas e até mesmo salvar vidas.

De acordo com o geriatra Rafael Pinheiro, da Casa de Cuidados do Ceará, no caso de queda, é preciso primeiro investigar se a causa foi por um fator de condição do próprio paciente — como fraqueza nos músculos — ou se foi devido a uma questão do ambiente — como um buraco em uma rua ou um remédio inadequado utilizado.

Ainda segundo o profissional, é preciso ter atenção principalmente em casos de fraturas para evitar maiores complicações e averiguar a necessidade de procedimento cirúrgico. “Em todas essas circunstâncias há riscos ao paciente, inclusive no pré e no pós-operatório. Uma fratura pode ocasionar uma perda de funcionalidade, piora de algum transtorno de humor que ele já tenha anteriormente, complicações cardiovasculares, entre outros riscos”, alerta.

Prevenção de acidentes

Especialistas alertam: o ideal, claro, é evitar as quedas. Cuidados simples no cotidiano podem ajudar a prevenir acidentes, inclusive em casa. “É recomendado evitar deixar tapetes soltos pela casa, assim como fios; deixar o ambiente o mais iluminado possível; não deixar que animais de estimação durmam próximo à cama do idoso para evitar que ele tropece no animal, assim como não deixar brinquedos de crianças espalhados no chão e não usar saltos, chinelos e sapatos com sola escorregadia”, orienta.

O profissional reforça que, além dos cuidados com o ambiente, é importante também ter atenção aos cuidados clínicos. “É indicado levar o idoso a um oftalmologista pelo menos uma vez por ano para verificar como está a visão dele, além de haver acompanhamento com um geriatra que oriente sobre a questão de possíveis usos de medicamentos que podem causar tontura ou queda de pressão, assim como a prática de fisioterapia, atividade física e uma alimentação saudável para melhorar a massa muscular e ajudar no fortalecimento do corpo”.

UPAs realizam atendimentos a idosos vítimas de quedas

Em caso de queda, uma das orientações é levar o idoso a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima. A gravidade do risco determina a agilidade com que o paciente será atendido. No momento de chegada, o paciente passa por um cadastro em que há classificação de risco, em seguida ele é levado ao consultório médico e fica em observação ou aguardando transferência para unidade hospitalar, quando indicado.

As UPAs prestam um serviço especializado, respeitando o grau de priorização do atendimento por gravidade de cada caso, aferido através de um sistema de classificação de risco executado por profissionais de nível superior em enfermagem, garantindo, assim, a precisão desta avaliação.

“Queda em idoso é considerada uma urgência, principalmente se houver algum edema ou dor devido à queda, pois será necessário investigar se há algum trauma. Além disso, sintomas como sonolência, náuseas, vômito, sangramento ou até mesmo desmaios também devem ser monitorados, por isso é preciso levar o idoso a um serviço de emergência o mais rápido possível”, explica Cinthia Rocha, coordenadora do serviço médico da UPA Messejana

As UPAs também adotam um protocolo de prevenção de quedas nos idosos que estão internados. Nele, o paciente é classificado diariamente em uma escala relacionada a um possível risco de queda. A ideia é prevenir acidentes e proporcionar maior segurança a ele.

Com informações da Casa de Cuidados do Ceará.

22
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

Design sem nome (27)_Easy-Resize.com
Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir 'saidinha' de presos
Design sem nome (26)_Easy-Resize.com (3)
TSE divulga edital de concurso com salários de até R$ 13,9 mil nesta quarta-feira (29)
Design sem nome (25)
Ceará é o primeiro lugar no ranking nacional de crianças alfabetizadas na idade certa
foto site (44)
Ministério lança diretrizes para uso de câmera corporal para policial
logo-urbnews-redondo