MENU

Menino cearense com fibrose cística arrecada para comprar remédio negado pela Justiça

Com apenas 9 anos de idade, Luiz Gustavo precisa de R$120 mil para custear um tratamento que pode melhorar significativamente seu estado de saúde.
Com cerca de dois meses de tratamento com o Trikafta, Luiz Gustavo já apresentou uma grande melhora na qualidade de vida. (Foto: Reprodução/Instagram @luizgustavo_barbosa06)

Para o jovem cearense Luiz Gustavo Barbosa, de apenas 9 anos de idade, uma arrecadação online e a solidariedade das pessoas pode ser a diferença entre uma infância saudável, cheia de brincadeiras, e outra entrando e saindo de internações hospitalares.

Aos 4 anos e 7 meses de idade, ele foi diagnosticado com fibrose cística, uma doença genética degenerativa, progressiva e sem cura, que afeta os pulmões e o sistema digestivo. Hoje, ele passa por internações cada vez mais frequentes em razão de infecções pulmonares bacterianas. Em menos de dois meses, Luiz já está em sua terceira internação.

Com opções esgotadas de tratamento para a fibrose cística, e cada dia pior pela resistência a antibióticos, uma nova esperança para o jovem surgiu com o remédio de uso contínuo Trixacar/Trikafta, registrado pela Anvisa em 2022 e bem mais eficaz do que outros já incorporados ao SUS.

O medicamento já melhorou significativamente o estado de saúde de Luiz. Em apenas um mês de uso, a função pulmonar do menino foi de 22% para 55%. A família compartilhou um vídeo em que mostra como essa evolução permitiu que ele voltasse a brincar, pular, entre várias outras atividades, confira:

A Conitec recomendou a incorporação do Trikafta ao SUS, mas ele só estará disponível em 180 dias. A família ainda luta na Justiça Federal para tentar receber o medicamento pelo Governo, mas é um processo lento e incerto, cheio de negações, recursos e ordens judiciais não cumpridas.

Luiz não pode esperar tanto: o atual estoque do remédio está acabando e, caso ele interrompa o tratamento, seu quadro de saúde pode reverter a algo bem pior do que era. Então, até receber o remédio pelo Governo, a família precisa arcar com o custo elevado de 20 mil reais mensais.

A campanha de arrecadação virtual, divulgada no perfil do Instagram @luizgustavo_barbosa06, espera conseguir R$ 120 mil reais, o suficiente para custear seis meses do tratamento. Até então, a família relata que arrecadou cerca de R$13 mil.

Interessados em ajudar podem contribuir via Pix, pela chave 85986507036, cadastrada no nome da mãe, Maria Diana Pinto Barbosa.

18
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
‘Evidências do Amor’, filme estrelado por Sandy e Fábio Porchat, tem ar de comédia romântica clássica
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Teresina não terá aumento da passagem de ônibus, anuncia secretaria
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)

Notícias relacionadas:

Design sem nome (14)
Ceará
Banhista desaparece em alto mar após se afogar na Beira-Mar, em Fortaleza
Fotos (13)
Ceará
Tratamento para clarear pelos pode ser fator de risco para início de câncer, indica pesquisa
Fotos (12)
Ceará
Bairros de Fortaleza e Caucaia ficarão sem água nesta quinta-feira (25); veja lista  
Elmano anuncia a convocação de 125 novos professores para a Universidade Vale do Acaraú
Ceará
Elmano anuncia a convocação de 125 novos professores para a Universidade Vale do Acaraú
logo-urbnews-redondo