MENU

Apagão de agosto foi causado pela falha em parques eólicos e solares no Ceará

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os equipamentos responsáveis pelo controle de tensão funcionaram abaixo do ideal próximos à linha de transmissão Quixadá – Fortaleza II. Cerca de 29 milhões de brasileiros em quase todo o País ficaram sem energia no dia 15 de agosto
De acordo com relatório, divulgado nesta terça-feira (26) pelo órgão, os equipamentos responsáveis pelo controle de tensão funcionaram abaixo do ideal. (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)
De acordo com relatório, divulgado nesta terça-feira (26) pelo órgão, os equipamentos responsáveis pelo controle de tensão funcionaram abaixo do ideal. (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) confirmou que a principal causa para o apagão ocorrido no Brasil no dia 15 de agosto foi uma falha no desempenho de equipamentos de parques eólicos e solares, localizados próximos à linha de transmissão Quixadá – Fortaleza II, no Ceará. Na ocasião, cerca de 29 milhões de brasileiros em quase todo o País ficaram sem energia.

De acordo com relatório, divulgado nesta terça-feira (26) pelo órgão, os equipamentos responsáveis pelo controle de tensão funcionaram abaixo do ideal.

“A análise da perturbação permitiu constatar que o desempenho dos controles em campo, de usinas eólicas e solares, em especial no que tange à capacidade de suporte dinâmico de potência reativa, foi muito aquém dos modelos matemáticos fornecidos pelos agentes e representados na base de dados oficial de transitórios eletromecânicos”, diz o relatório.

O operador informa que a diferença entre o desempenho dos equipamentos e as simulações “não permitiu ao ONS identificar os riscos relacionados ao cenário operativo pré-distúrbio”, que provocou a queda de energia.

Com a divulgação do documento, chamado de Relatório de Análise de Perturbação (RAP), agentes do sistema elétrico poderão se manifestar sobre o ocorrido. A análise será finalizada até o dia 17 de outubro.

Relembre o apagão

A falha do fornecimento energético afetou 25 estados e o Distrito Federal. A interrupção começou às 8h30 do dia 15 de agosto, com a queda de 19 mil megawatts de energia, cerca de 27% da carga total (73 mil MW) naquele horário.

Nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste o serviço foi restabelecido quase que integralmente em menos de uma hora. Já na Região Nordeste, a recuperação demorou mais. Foram necessárias três horas para restabelecer apenas 70% da carga afetada. O impacto foi ainda maior na Região Norte, com recuperação da carga em cerca de sete horas.

Com informações da Agência Brasil

11
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
‘Evidências do Amor’, filme estrelado por Sandy e Fábio Porchat, tem ar de comédia romântica clássica
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa

Notícias relacionadas:

Novo-Terminal-José-de-Alencar-é-finalizado-e-será-entregue-nesta-quinta-feira
Ceará
Novo Terminal José de Alencar é finalizado e será entregue nesta quinta-feira (20)
IMG_7725 (1)
Ceará
Instituto Povo do Mar: organização produz afeto, educação e sustentabilidade em Fortaleza
Design sem nome (28)
Ceará
Fortaleza terá pela primeira vez bazar beneficente da Shein com produtos a partir de 20 reais 
Design sem nome (27)
Ceará
Fortaleza está entre os 10 destinos mais buscados no Brasil para as férias de julho
logo-urbnews-redondo