MENU

Como a tradução com inteligência artificial pode mudar a indústria de podcasts

O Spotify está testando uma ferramenta capaz de traduzir um podcast para qualquer idioma de forma automática, mantendo as vozes originais.
O Spotify, que soma mais de 100 milhões de ouvintes de podcasts, está investindo em tradução automática via IA para alcançar novos públicos. (Foto: Reprodução/Spotify)

O universo dos podcasts está prestes a receber uma inovação disruptiva que promete transformar a forma como consumimos conteúdo auditivo. Com a ajuda da inteligência artificial (IA), será possível ter acesso a um novo mundo de programas antes inacessíveis por conta da barreira linguística.

O Spotify, uma das principais plataformas de streaming de áudio, está testando uma colaboração com a OpenAI, empresa de inteligência artificial responsável pelo ChatGPT. Trata-se de uma ferramenta de tradução automática de podcasts capaz de converter um programa para qualquer idioma instantaneamente, mantendo a integridade das vozes e nuances dos apresentadores.

A parceria já resultou no lançamento de episódios em espanhol de alguns dos podcasts mais populares, com planos de expansão para francês e alemão em breve. Segundo o fundador e CEO do Spotify, Daniel Ek, a iniciativa está sendo aplicada em um grupo piloto de podcasters, porém “mais línguas e mais podcasts virão em breve”.

Assista a um pedaço de entrevista do próprio CEO do Spotify sendo traduzido para o espanhol por IA:

Neste Dia Nacional do Podcast, 21 de outubro, vamos entender como essa tecnologia funciona e como ela pode mudar a maneira como consumimos nossos programas.

Como funciona

A Tradução de Voz para podcasts será, segundo o Spotify, um recurso inovador alimentado por IA que traduz podcasts para idiomas adicionais, tudo na voz do apresentador original. Um episódio originalmente gravado em inglês, por exemplo, poderá ser ouvido em outros idiomas, mantendo as características distintivas de fala do orador.

“Este recurso desenvolvido pelo Spotify alavanca as últimas inovações – uma das quais é a recentemente lançada tecnologia de geração de voz da OpenAI – para combinar o estilo do apresentador original, proporcionando uma experiência de audição mais autêntica que soa mais pessoal e natural do que a dublagem tradicional”, explica a plataforma.

Como parte do piloto, o Spotify se uniu aos podcasters Dax Shepard, Monica Padman, Lex Fridman, Bill Simmons e Steven Bartlett para gerar traduções de voz alimentadas por IA em espanhol, francês e alemão para um número selecionado de episódios do catálogo e futuros lançamentos.

“A Tradução de Voz oferece aos ouvintes ao redor do mundo o poder de descobrir e se inspirar em novos podcasters de uma maneira mais autêntica do que nunca”, diz Ziad Sultan, VP de Personalização. “Acreditamos que uma abordagem ponderada para a IA pode ajudar a construir conexões mais profundas entre ouvintes e criadores, um componente-chave da missão do Spotify de desbloquear o potencial da criatividade humana.”

Impacto na Indústria

Com a introdução dessa ferramenta de tradução baseada em inteligência artificial, espera-se uma transformação significativa no cenário dos podcasts. Os produtores e criadores de conteúdo terão a oportunidade de atingir um público global, abrindo portas para parcerias e colaborações internacionais que antes eram limitadas pela barreira do idioma.

Já os ouvintes poderão explorar uma ampla gama de podcasts de diferentes regiões, enriquecendo sua experiência auditiva e ampliando seus horizontes culturais. Isso pode levar a um aumento da diversidade de vozes e perspectivas no espaço dos podcasts, promovendo uma compreensão e conexão mais profundas entre comunidades globais.

Novos idiomas também significam mais usuários, o que pode ajudar no problema de baixa lucratividade que a indústria enfrenta. O Spotify tem visto seu aumento em ouvintes e em podcasts cada vez mais de nicho não se traduzir na receita esperada, resultando em prejuízos aos cofres da companhia.

Desde 2019, o número de ouvintes de podcasts cresceu 10 vezes, passando a ser 100 milhões dentre os 220 milhões de assinantes. Porém, a maioria dos programas do Spotify não é lucrativa, com uma perda de US$ 565 milhões nos primeiros seis meses deste ano, o que gerou demissões, uma redução na programação e o encerramento de várias parcerias com marcas e criadores.

A introdução da tradução automática de podcasts pode expandir o alcance global do Spotify e atrair um público maior e mais diversificado, o que abre caminho para expansão das oportunidades de monetização, como publicidade direcionada e assinaturas premium.

17
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
‘Evidências do Amor’, filme estrelado por Sandy e Fábio Porchat, tem ar de comédia romântica clássica
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Teresina não terá aumento da passagem de ônibus, anuncia secretaria
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)

Notícias relacionadas:

Design sem nome (16)
Diversão/Cultura
‘Divertida Mente 2’ se torna a animação com maior bilheteria de todos os tempos
Fotos (14)
Diversão/Cultura
"Deadpool & Wolverine" chega aos cinemas nesta quinta (25); saiba os detalhes da trama
Zé Neto, dupla de Cristiano, cancela shows após um diagnóstico de pneumonia
Diversão/Cultura
Zé Neto, dupla de Cristiano, cancela shows após um diagnóstico de pneumonia
Flor do Mandacaru - Crédito Thiago Nozi (2) (1)
Ceará
Final do Ceará Junino vai reunir 21 quadrilhas no Campeonato Estadual, em Sobral
logo-urbnews-redondo