MENU

Dia do Riso: Confira as principais comédias nacionais para maratonar no streaming

A data celebra o ato de rir por seus benefícios à saúde e, claro, muito entretenimento para a população de um país que adora uma boa risada.
O Brasil é culturalmente conhecido por ser um grande centro de comediantes e pessoas que buscam na vida a vontade de fazer rir. (Foto: Divulgação)

Se existe uma data perfeita que representa um dos principais atributos dos brasileiros, essa é, sem dúvidas, o Dia Nacional do Riso, celebrado nesta segunda-feira (6). A data comemora o ato de rir por seus benefícios à saúde e, claro, muito entretenimento e cultura para toda a população de um país que adora uma boa risada.

O Brasil é culturalmente conhecido por ser um grande centro de comediantes e pessoas que buscam na vida a vontade de fazer rir, seja do contexto em que vivem ou até mesmo do próximo. Situações cotidianas e a maneira do brasileiro lidar com as adversidades da vida são muitos dos temas que compõem o cenário do humor nacional

O país possui uma grande gama de ícones da comédia brasileira, indo desde gênios consagrados como Renato Aragão, Chico Anysio e Marcelo de Nóbrega, até exemplos mais recentes com Fábio Porchat, Marcelo Adnet, Leandro Hassum e o falecido Paulo Gustavo.

Em matéria do riso, o Brasil possui até doutorado, e por isso a UrbNews montou uma lista para você que quer aproveitar o melhor da comédia nacional disponível nas várias plataformas de streamings.

Auto da Compadecida (1999)

Este é um dos grandes clássicos quando se fala das comédias brasileiras, sobretudo, também, da comédia nordestina. O filme de Guel Arraes é baseado na peça teatral escrita por Ariano Suassuna, e que primeiro foi uma minissérie da Globo antes de ir para as telonas no ano 2000.

A trama conta a história dos dois amigos Chicó e João Grilo, que aprontam muitas confusões na cidade de Taperoá, na Paraíba, junto de vários personagens da região, como o padeiro Eurico e sua esposa Dorinha, junto do Padre João e até o Bispo local.

O filme junto da minissérie original estão disponíveis no Globoplay com classificação indicativa Livre.

Cine Holliúdy (2012)

A parceria entre o diretor Halder Gomes e o ator Edmilson Filho pode ser comparada com grandes duplas de criadores, como Scorsese e De Niro, ou até mesmo Hitchcock e Jimmy Stewart. E o primeiro grande trabalho dos dois se encontra neste filme, lançado em 2012.

A obra se passa no interior do Ceará, no início da década de 1970, com a popularização da televisão no Brasil que ameaçava matar os modestos cinemas nos interiores. Neste cenário, Francisgleydisson (Edmilson Filho) luta para manter viva a paixão pela sétima arte, com criatividade e o humor cearense, junto da sua família e amigos apaixonados pela arte de criar com tão pouco.

O filme teve uma continuação em 2018 e foi adaptado para uma série original da Globo, lançada em 2019.

O longa está disponível na Netflix com classificação indicativa não recomendada para menores de 12 anos.

Minha Mãe é uma Peça: A Trilogia (2013 – 2020)

Paulo Gustavo foi um dos grandes nomes do humor da sua geração, e trouxe para as telas de cinema a adaptação da sua própria peça de teatro que narra o cotidiano, os dramas e as comédias de uma típica mãe brasileira, inclusive a sua, personificada na forma da Dona Hermínia.

Os três filmes foram um sucesso absurdo nas bilheterias nacionais, com seu último título tendo arrecadado R$ 138 milhões, mesmo sendo lançado no período pandêmico. O terceiro filme da trilogia foi o último trabalho do ator no cinema, que faleceu em 2021 em decorrência de complicações ocasionadas pela Covid-19.

Os três filmes estão disponíveis no Globoplay com classificação indicativa livre.

Os Caras de Pau em o Misterioso Roubo do Anel (2014)

O filme é o único produto derivado de uma das séries de comédias de mais sucesso da televisão brasileira, Os Caras de Pau, interpretados pela dupla Leandro Hassum e Marcius Melhem. Na trama, o anel precioso Tatu Tatuado de Topázio foi roubado de um museu e cabe a dupla de atrapalhados resolver não só o mistério por trás do crime, mas também devolvê-lo à sua legítima dona.

O filme está disponível na Netflix com classificação indicativa não recomendada para menores de 10 anos.

Vai que Cola (2015)

Aos moldes do clássico “Sai de Baixo”, “Vai que Cola” é um sitcom brasileiro apresentado ao vivo para um plateia, com cenários que se alteram na medida em que a trama dos episódios também muda. O seriado teve uma adaptação para os cinemas em 2015, e conta com a mesma premissa da série original.

Após ser vítima de um golpe que roubou todo seu dinheiro, Valdomiro (Paulo Gustavo) se muda para a pensão da Dona Jô (Catarina Abdalla) no Méier, bairro localizado no subúrbio do Rio de Janeiro, onde pretende escapar da polícia. Para sobreviver, ele passa a vender quentinhas pelas redondezas.

O filme está disponível na Globoplay com classificação indicativa não recomendada para menores de 12 anos.

Os Parças (2017)

O filme dirigido por Halder Gomes e Tom Cavalcante, que também estrela o longa ao lado de Whindersson Nunes, Bruno de Luca, Oscar Magrini, Tirulipa, mostra um grupo de amigos que fica responsável por organizar uma festa inesquecível de casamento sem nenhum dinheiro no bolso. Caso falhem, terão que lidar com o maior contrabandista da famosa rua 25 de Março em São Paulo.

O filme teve uma continuação em 2017 e está disponível nos catálogos da Netflix e Globoplay. A classificação indicativa não é recomendada para menores de 12 anos.

O Cangaceiro do Futuro (2022)

A série de comédia é mais um trabalho da direção de Halder Gomes e da atuação de Edmilson Filho, junto de participações de uma gama de comediantes cearenses. O enredo conta a história de Virguley, um entregador de São Paulo que ganha a vida passando a perna nas pessoas com o sonho de enriquecer para poder voltar à sua terra natal, o Nordeste.

Por se assemelhar ao rei do cangaço, Lampião, ele também tira uma renda extra fazendo apresentações públicas nas praças, encenando a figura histórica. Em uma de suas confusões, o homem leva um golpe tão forte que o faz voltar até 1927 na cidade de Quixadá, no Ceará, enquanto a população do local creem que ele seja o verdadeiro Lampião.

A série é original Netflix e conta com classificação indicativa não recomendada para menores de 14 anos.

10
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

foto site (38)
Whindersson Nunes se apresenta em Fortaleza neste sábado, confira quem são os convidados
Fotos (1)
Rock In Rio 2024: ingressos para o festival de música chegam a R$ 795 por dia
foto site (37)
Com tendência rooftop, Terrazo Bar abre as portas no Eusébio (CE) nesta sexta-feira (24)
tony-ramos-deixa-cti-apos-cirurgia-de-emergencia44_00521554_0_202405191427
Tony Ramos recebe alta de hospital após passar por duas cirurgias, diz boletim médico
logo-urbnews-redondo