MENU

Celular Seguro tem mais de 11 mil alertas de roubo ou perda após um mês de lançamento

As principais causas de bloqueio foram roubo (5.231), seguido de furto (3.797), perda (2.447) e outros (589)
O Celular Seguro estará disponível tanto na internet quanto em aplicativos para Android e iOS. Foto: Reprodução

O aplicativo criado pelo governo para inibir roubo de smartphones, o Celular Seguro, está há um mês em vigor. Desde o dia 19 de dezembro, os usuários já podem se cadastrar, registrar dados do celular e alertar sobre roubo ou perda. Segundo o Ministério da Segurança, mais 1,2 milhões de contas já foram criadas no aplicativo. Destas, 925.355 já cadastraram um dispositivo e 11.542 alertaram bloqueio.

As principais causas de bloqueio foram roubo (5.231), seguido de furto (3.797), perda (2.447) e outros (589). Os estados com mais registros no Celular Seguro foram: São Paulo (3.150), Rio de Janeiro (1.508), Bahia (889), Pernambuco (867) e Minas Gerais (745).

A maior concentração de pedidos de bloqueio ocorreu nas últimas semanas do ano. Só no dia 20 de dezembro foram contabilizados mais de 1.100 registros. Já no dia 27, 747 alertas foram registrados.

Celular seguro 

O Celular Seguro estará disponível tanto na internet quanto em aplicativos para Android e iOS. O registro do usuário será feito com a mesma conta utilizada no gov.br. Cada pessoa cadastrada no Celular Seguro poderá indicar outras, que poderão efetuar os bloqueios da linha telefônica, caso o titular tenha o celular roubado, furtado ou extraviado.

De acordo com o MJSP, o cadastro de “pessoas de confiança” é opcional e, se registrado como contatos de emergência, eles não terão acesso aos dados do celular, podendo apenas comunicar o crime no site ou aplicativo Celular Seguro, gerando o bloqueio do aparelho e de aplicativos. Para utilizar este serviço, é preciso ter apenas uma conta de nível Bronze. Caso você tenha dúvidas sobre o nível da sua conta e a segurança delas, acesse a página gov.br/conta.

“Quando tentamos enfrentar este problema do ponto de vista da ocorrência ele é muito pulverizado, então começamos a pensar em como enfrentar a questão de forma estruturada. Precisamos incidir sobre os problemas reais da população, que está em todas as partes do Brasil. Sem dinheiro em papel, o aparelho é um grande patrimônio, porque nele constam dados pessoais, bancários, cartões de crédito. Toda a vida está ali”, relatou o secretário-executivo do MJSP, Ricardo Cappelli.

29
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
‘Evidências do Amor’, filme estrelado por Sandy e Fábio Porchat, tem ar de comédia romântica clássica
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa

Notícias relacionadas:

NOTICIAS-12 (1)
Brasil
Microexplosão atinge município no interior do Rio Grande do Sul
image (54)
Brasil
Coqueluche: saiba mais sobre a doença que voltou a preocupar o mundo
image (53) (1)
Brasil
Corpo de cão Joca é cremado em São Paulo após 2 meses da sua morte em voo da Gol 
NOTICIAS-6 (14)
Brasil
Rio Grande do Sul anuncia fim da colheita de arroz e diz que não há motivo para importação
logo-urbnews-redondo