MENU

Depois de cinco dias ilhado, cavalo Caramelo é resgatado em Canoas, no Rio Grande do Sul

O animal foi retirado do local onde estava preso e foi examinado por veterinários. Para ser retirado do local, ele foi sedado
A ação de resgate para salvar Caramelo foi acompanhada “em tempo real” por usuários da internet (Foto: Reprodução/X)

O cavalo Caramelo, que ficou ilhado em cima de uma casa por cinco dias no Rio Grande do Sul, foi resgatado na manhã desta quinta-feira (9). A ação aconteceu no município de Canoas e contou com a participação do Corpo de Bombeiros de São Paulo, auxiliados pela primeira-dama Janja Lula da Silva

O animal foi retirado do local onde estava preso e foi examinado por veterinários. Para ser retirado do local, ele foi sedado e colocado em um bote. Em entrevista à GloboNews, o médico militar Augusto Moscardini explicou que Caramelo teve sua condição física avaliada, junto do seu tempo e o tempo que se encontrava ilhado.

“Mesmo que seja um animal manso, na hora de aplicar a anestesia e chegar mais pessoas ele poderia ter tido algum tipo de reação brusca que colocasse a integridade das pessoas que estão ali. Mesmo na hora de sedar esse animal tem uma movimentação pequena, e a gente observou que o espaço que estava lá era restrito”, informou Moscardini.

A ação de resgate para salvar Caramelo foi acompanhada “em tempo real” por usuários da internet, especialmente pelo criador de conteúdo Felipe Neto. O youtuber foi um dos que primeiro mostrou solidariedade à situação do animal e até mesmo se mostrou aberto a custear o empréstimo de um helicóptero capaz de participar do resgate.

O Corpo de Bombeiros de São Paulo também foi auxiliado por membros do Exército Brasileiro, que seguiram de barco até o local onde Caramelo permanecia preso, em Canoas. Nas redes sociais, a primeira-dama agradeceu a solidariedade de todos e afirmou que o animal já tem um haras reservado para a sua recuperação.

Felipe Neto também demonstrou felicidade pelo salvamento de Caramelo e afirmou que o animal na verdade é uma égua. “Comuniquei que quero adotá-la, mas estão pesquisando se ela já tem dono. Se me permitirem, darei tudo do melhor possível para ela. E seu nome será Caramela. Vamos aguardar e confiar nos veterinários, pois ela ainda está em risco”, publicou.

De acordo com Augusto Moscardini, o animal ainda corre riscos. Enquanto transportam o cavalo, os veterinários seguem aplicando a medicação para que ele permaneça imóvel. A água agora também deve receber litros de soro para repor a quantidade de líquido que perdeu. Uma equipe de bombeiros aguarda em terra firme para receber o animal.

15
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

foto site (39)
Inscrições para Enem 2024 começam na segunda-feira, dia 27
foto site berg (52)
IBGE: quase 94% da população brasileira se vacinou contra covid-19
Fotos
Magda Chambriard assume presidência da Petrobras após aprovação do conselho
Fotos (3)
Novo alerta de emergência para chuvas deve operar até dezembro no Sul e Sudeste
logo-urbnews-redondo