MENU

Preparador físico do Flamengo se pronuncia e pede desculpas por soco em Pedro

O atleta fez um boletim de ocorrência e passou por exame de corpo de delito em uma delegacia de Belo Horizonte (MG), alegando ter sofrido agressões físicas na noite deste sábado (29), logo após a partida do Flamengo contra o Atlético/MG.
O preparador físico argentino enviou uma nota à imprensa neste domingo (30), se desculpando pelo ocorrido. (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

O preparador físico argentino Pablo Fernández, integrante da comissão técnica do Flamengo, se pronunciou depois de ser acusado de agressão pelo jogador de futebol Pedro, atacante do clube.

O atleta fez um boletim de ocorrência e passou por exame de corpo de delito em uma delegacia de Belo Horizonte (MG), alegando ter sofrido agressões físicas na noite deste sábado (29), logo após a partida do Flamengo contra o Atlético/MG.

À polícia, o jogador de 26 anos afirmou ter sido agredido por Pablo Fernández com “três tapas e um soco” no lado esquerdo do rosto, enquanto falava com a família pelo celular no vestiário.

O preparador físico, que também prestou depoimento na delegacia em BH e inicialmente deixou o local em silêncio, enviou uma nota à imprensa neste domingo (30), na qual se desculpou e deu detalhes sobre o ocorrido.

Leia na íntegra a nota de Pablo Fernández:

“Eu poderia começar essas palavras de mil maneiras, mas a única que realmente faz sentido é pedir desculpas. Ao Pedro, aos colegas, aos trabalhadores e ao Flamengo.

Entrei no vestiário muito chateado, querendo resolver logo a situação e fiz errado. Foi planejado que hoje seria um dia de folga. É uma pena, porque eu gostaria de poder, primeiro, falar sobre isso pessoalmente com todos os funcionários do clube. Senti-me muito magoado com uma situação e reagi da pior forma.

Estive pensando sobre o que aconteceu por horas e gostaria de poder voltar no tempo. Mas não se pode. O que existe é o presente e o futuro. Isso é pedir perdão e tentar novamente. Todas as vezes que for necessário. Lamento e gostaria de corrigir.

A alta competição geralmente tem coisas que nos fazem mal. Situações de alto estresse que nos fazem reagir e pensar mal. Não pretendo situar esse contexto como uma desculpa, mas como uma explicação.

Definitivamente, se eu tivesse divergências com o Pedro deveria tê-las resolvido em outro momento e de outra forma. Vou tentar fazer isso acontecer. Vou trabalhar para mudar e ser melhor.”

O jogador Pedro afirma ter sido agredido enquanto falava com a família pelo celular. (Foto: Paula Reis/Flamengo)
57
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

Design sem nome (2)
Ceará enfrenta Chapecoense em busca de mais 3 pontos na Série B
Design_sem_nome_(10)
Lucas Paquetá pode ser banido perpetuamente por suposto conluio com casas de aposta 
Design sem nome (8)
Técnico do Ceará justifica derrota pela falta de finalizações efetivas na partida
Design sem nome (6)
Jogo entre Ceará x CRB, nesta quinta (23), receberá ação ambiental com Campeonato de Reciclagem
logo-urbnews-redondo