MENU

Barroso é eleito presidente do STF; corte aprova orçamento com reajuste de salário para R$ 44 mil

Luis Roberto Barroso assumirá o cargo após a atual presidente, ministra Rosa Weber, deixar o cargo. Em setembro, a ministra completará 75 anos e atingirá a idade para aposentadoria compulsória.
Atualmente, Barroso ocupa o cargo de vice-presidente e seria o próximo integrante do STF a presidir o tribunal. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ministro Luis Roberto Barroso foi eleito, nesta quarta-feira (9), para o cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). A partir do final de setembro, Barroso vai comandar a Corte pelo período de dois anos. O STF informou que a posse será no dia 28 de setembro.

A eleição do ministro foi realizada de forma simbólica pelo plenário da Corte. Atualmente, Barroso ocupa o cargo de vice-presidente e seria o próximo integrante do STF a presidir o tribunal.

Barroso assumirá o cargo após a ministra Rosa Weber, atual presidente, deixar o cargo. Em setembro, a ministra completará 75 anos e atingirá a idade para aposentadoria compulsória. O próximo vice-presidente será Edson Fachin.

Ao ser saudado pela eleição, Barroso declarou que será honroso chefiar o Judiciário brasileiro. “Recebo com imensa humildade essa tarefa que me é confiada e consciente do peso dessa responsabilidade. Pretendo dignificar a cadeira”, afirmou.

A saída de Rosa Weber permitirá que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva faça a segunda indicação para a Corte no terceiro mandato dele. O primeiro indicado foi o ministro Cristiano Zanin.

Orçamento

Ainda na terça-feira (8), antes da eleição, o STF aprovou por unanimidade a proposta do Orçamento da Corte para 2024. O projeto, aprovado em sessão administrativa virtual, será enviado ao Congresso Nacional, a quem cabe a votação do Orçamento da União.

A proposta inclui o aumento de remuneração dos ministros, aprovado em dezembro de 2022 pelo Congresso. O salário, que hoje é de R$ 41,6 mil, passará a ser de R$ 44 mil a partir de fevereiro de 2024.

O aumento de 18% aprovado pelo Congresso no ano passado foi parcelado ao longo de três anos. Em 2025, esse valor sobe para R$ 46,3 mil.

62
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

Modelo ajuste foto (19)
Moraes diz em despedida do TSE que atuou para romper cultura de impunidade das redes sociais
Alexandre de Moraes
Julgamento de fraude à cota de gênero em Granjeiro (CE) marca despedida de Alexandre de Moraes do TSE
Modelo ajuste foto (18)
Deputado usa bonecos para simular aborto em sessão do Congresso
Deputados em sessão do Plenário
Congresso mantém veto de Bolsonaro sobre crime de fake news em massa
logo-urbnews-redondo