MENU

“Ninguém precisa saber”, diz Lula ao defender voto sigiloso de ministros do STF 

Na visão do presidente da República, seria uma forma de “não criar animosidade” contra as instituições.
A declaração foi dada durante o programa semanal “Conversa com o Presidente”. (Foto: Canal Gov)

O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu, nesta terça-feira (5), que os votos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) sejam sigilosos. O mandatário justifica que seria uma forma de atenuar a “animosidade” contra as instituições. 

A declaração foi dada durante o programa semanal “Conversa com o Presidente”, transmitido pelo Canal Gov. “Esse país precisa aprender a respeitar as instituições. Não cabe ao presidente da República gostar ou não de uma decisão da Suprema Corte. A Suprema Corte decide, a gente cumpre. É assim que é”, afirmou.

“Eu, aliás, se eu pudesse dar um conselho, é o seguinte: a sociedade não tem que saber como é que vota um ministro da Suprema Corte. Sabe, eu acho que o cara tem que votar e ninguém precisa saber. Votou a maioria 5 a 4, 6 a 4, 3 a 2. Não precisa ninguém saber, foi o Uchôa que votou, foi o Camilo que votou. Aí cada um que perde fica com raiva, cada um que ganha fica feliz”, emendou.

O presidente defendeu que seria uma forma de “não criar animosidade” contra as instituições. “Eu acho que era preciso começar a pensar se não é o jeito de a gente mudar o que está acontecendo no Brasil. Porque do jeito que vai, daqui a pouco um ministro da Suprema Corte não pode mais sair na rua, não pode mais passear com a sua família, sabe, porque tem um cara que não gostou de uma decisão dele”, prosseguiu.

A fala se dá em meio ao cenário onde o ministro recém-indicado por Lula, Cristiano Zanin, recebe críticas de alas da esquerda por votos considerados conservadores em relação a temas como a descriminalização do porte da maconha e a penalização da LGBTQIA+fobia.

“Militares se apoderaram do 7 de setembro”

Na live presidencial, Lula também comentou acerca do 7 de setembro, feriado nesta quinta-feira em todo o Brasil. Segundo ele, embora os militares tenham se apoderado da data comemorativa, a deste ano será uma celebração de toda a sociedade brasileira. 

“Todo país do mundo tem a festa da independência uma grande festa, o que aconteceu no Brasil é como nós tivemos durante 23 anos um regime autoritário, a verdade é que os militares se apoderaram do 7 de setembro. Deixou de ser uma coisa da sociedade como um todo. O que nós estamos querendo fazer agora com a participação do Exército, da Marinha e da Aeronáutica é voltar a fazer um 7 de setembro de todos”, declarou. 

“Ou seja, o 7 de setembro é do militar, é do professor, é do médico, é do dentista, do advogado, do vendedor de cachorro-quente. É de todo mundo. É uma festa importante que lembra que o Brasil conquistou soberania diante do país colonizador”, finalizou.

63
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
‘Evidências do Amor’, filme estrelado por Sandy e Fábio Porchat, tem ar de comédia romântica clássica
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Teresina não terá aumento da passagem de ônibus, anuncia secretaria
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)

Notícias relacionadas:

img20240701123007926-768x473
Política
Mudanças na legislação do aborto e liberação de armas e drogas não passam na Câmara, diz Lira
124a7881
Política
Eleições municipais: convenções partidárias começam neste sábado
Urbnews conclui série de entrevistas com pré-candidatos à Prefeitura de Fortaleza
Podcasts
Urbnews conclui série de entrevistas com pré-candidatos à Prefeitura de Fortaleza
Em coletiva, Evandro Leitão fala sobre os trabalhos na Alece e conciliação com a pré-campanha
Política
Em coletiva, Evandro Leitão fala sobre os trabalhos na Alece e conciliação com a pré-campanha
logo-urbnews-redondo