MENU

Eleições argentinas terão segundo turno entre Sergio Massa e Javier Milei

Na história recente, só houve um segundo turno nas eleições argentinas duas vezes, em 2003 e 2015. Votação final será em 19 de novembro.
O peronista Sergio Massa ficou em primeiro com quase 37% dos votos, deixando o liberal Milei em segundo com 30%. (Fotos: Reprodução/X @unionxlapatria @JMilei)

Com 90% das urnas contabilizadas, o candidato peronista Sergio Massa terminou na frente nas eleições realizadas neste domingo (22) na Argentina, com 36,2% dos votos. Ele vai disputar a presidência com o liberal Javier Milei, que obteve 30,19% dos votos e era o líder nas pesquisas de intenção de voto.

Em terceiro lugar ficou a candidata Patricia Bullrich, com 23,82%, seguida por Juan Schiaretti, com 7% e Myriam Bregman, com 2,66% dos votos. Na história recente, só houve um segundo turno nas eleições argentinas duas vezes, em 2003 e 2015, sendo que, no primeiro deles, um dos candidatos desistiu.

A votação do segundo turno será no dia 19 de novembro. Independente de quem for eleito, o próximo presidente argentino vai assumir um país com inflação a +130%, juros em 133% ao ano, dívida externa bilionária e com o peso valendo cada vez menos.

Na Argentina, o voto é obrigatório para maiores de 18 e menores de 70 anos. Neste pleito, 74% desses votantes pessoas compareceram às urnas, registrando a maior abstenção desde 1983, quando houve a redemocratização no país.

Candidatos

Sergio Massa, do partido peronista União pela Pátria, é o atual ministro da Economia da Argentina. Político experiente, o advogado conquistou as primárias de seu partido depois da terceira tentativa. Massa também já foi presidente da Câmara dos Deputados. Ele afirma que vai fortalecer empresas estatais, ampliar políticas sociais e aumentar as exportações de petróleo, lítio e gás.

Javier Milei, autodenominado “anarcocapitalista”, é da coalizão conservadora La Libertad Avanza, e se coloca como representante de um liberalismo extremo. Entre suas propostas estão a redução drástica de subsídios e do aparato estatal. Num discurso com idas e vindas, ele já propôs o fechamento do Banco Central, a saída do Mercosul e a dolarização da economia, medida vista como inviável por economistas menos radicais.

Ele passou a ganhar notoriedade ao começar a dar uma série de entrevistas polêmicas e se elegeu deputado em 2021. Nas primárias, foi o candidato mais votado, com cerca de 30% dos votos. Para o segundo turno, analistas projetam que os votos de Patricia Bullrich, terceira colocada que também tem ideologia mais liberal, acabem indo para Milei.

12
Compartilhe:
Mercado
Clima/Tempo
Mais Lidas
Governo do Ceará combate a insegurança alimentar no Estado com o Programa Ceará Sem Fome
Ceará Credi transforma pessoas e a economia por meio de incentivo a pequenos empreendedores
Mais de 1000 Cozinhas Ceará Sem Fome levam alimento diário a famílias em todo o Estado
A história que você não conhece: a ligação de uma cidade cearense à Independência do Brasil
Prefeitura de Fortaleza é a primeira do Norte e Nordeste no ranking de matrículas na Educação Inclusiva
Conheça as 8  fotos mais famosas do mundo e a história por trás de cada uma delas
Relíquias de Santa Teresinha poderão ser visitadas por Fortaleza a partir desta quinta (25)
Confira os horários das missas nas paróquias de Fortaleza durante a Semana Santa
Confira a programação de 13 de Maio, Dia de Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza, nesta segunda-feira
Nova série da Urbnews traz vidas transformadas por ações do Governo do Ceará

Notícias relacionadas:

Design sem nome (18)_Easy-Resize.com
Nokia relança o modelo clássico de celular, o “tijolão”, após 25 anos
Fotos (8)
Primeiro-ministro da Eslováquia fica ferido após ser baleado; suspeito foi preso
foto site - 1
Homem que recebeu transplante de rim de porco morre nos Estados Unidos
image (14)
Supertempestade solar ameaça redes elétricas neste fim de semana, diz Nasa
logo-urbnews-redondo